Procobre - Aplicação Cobre - Eficiência Energética

Análise de dados de motores elétricos reformados pela indústria

Responsáveis por cerca de 25% de toda a energia elétrica consumida no país e, em sua grande parte presentes na indústria os motores elétricos são fabricados para uso em ventiladores, bombas hidráulicas, compressores de ar, elevadores etc., e podem ser comercializados se atenderem os índices de eficiência mínimos definidos pela Portaria INMETRO/MDIC, Nº 488 de 08/12/2010.

Uma prática bem comum no mercado e desconhecida, tanto dos órgãos governamentais, quanto das entidades privadas interessadas é o rebobinamento do parque instalado e do desempenho energético dos motores reformados pela indústria.

Visando aumentar a disseminação da informação acerca dos motores reformados e seus resultados em termos de eficiência, o PROCOBRE, em parceria com o SENAI Pirituba, desenvolveu um projeto com o objetivo de analisar uma amostra deste parque instalado e do desempenho energético de motores elétricos reformados na indústria de São Paulo. Foram estudadas empresas dos setores de (i) autopeças, (ii) metalomecânica, (iii) papel e celulose, (iv) cosmética e farmacêutica e (v) alimentos.

As informações coletadas geraram uma profunda analise sobre as práticas rotineiras e verificadas que, em muitas vezes, a falta de conhecimento sobre os efeitos e resultados de um rebobinamento, levam o usuário a rebobinar diversas vezes um motor eletrico, impactando na questão de eficiência e rendimento da empresa e do mercado como um todo.

  • Análise