Cerco a furto de fios de cobre se fecha em Betim

Na madrugada de quarta (13), bandidos levaram 300 kg de cabos de UBS Dom Bosco
Ladrões cortaram energia, e quase mil vacinas foram perdidas na UBS

Indignado pelo furto de aproximadamente 300 kg de cabos de cobre, ocorrido na Unidade Básica de Saúde (UBS) Dom Bosco, na madrugada dessa quarta-feira (13), o prefeito Vittorio Medioli está oferecendo uma recompensa de R$ 3.000 para quem denunciar o responsável pelo arrombamento e mais R$ 3.000 para quem delatar o receptador. Ao fazer o anúncio, Medioli salientou que o valor que será pago ao denunciante não sairá dos cofres municipais, mas do próprio bolso.

“Enquanto não pegarmos os responsáveis, não vamos arredar o pé. Intensificamos as blitze, aumentamos os bloqueios no trânsito e as fiscalizações em pontos considerados suspeitos. Aquele que fornecer informações sobre quem furtou a UBS receberá R$ 3.000, e quem denunciar o receptador do material receberá mais R$ 3.000. Podem ficar tranquilos. Ninguém vai saber a identidade da pessoa que fizer a denúncia. Tenham certeza de que esses criminosos serão presos, como aconteceu com os que invadiram a UBS Teresópolis”, assegurou.

Na ação, além do prejuízo de R$ 20 mil aos cofres municipais gerado pelo material subtraído, a assistência à população betinense também foi afetada, já que, ao desligarem o fornecimento de luz para levar os cabos, os criminosos fizeram com que quase mil doses de vacinas se perdessem, tendo sido 768 delas imunizantes contra a Covid-19.

“Eles prejudicaram as pessoas que mais necessitam. Acabaram com o estoque de vacinas, que farão falta para a população, já que as doses perdidas, enviadas pelo governo federal, não serão repostas. Essas pessoas têm que ser tiradas de circulação, ir para a cadeia”, opinou o prefeito.

Quadrilha especializada

Segundo o secretário adjunto de Segurança Pública de Betim, o coronel Julio Cezar de Paula, pelo modus operandi em que os criminosos agiram, as investigações apontam, até o momento, que eles fazem parte de uma organização criminosa especializada em furtar e roubar cabos de cobre.

“Os autores tiveram o cuidado de desligar o padrão de luz e utilizaram ferramentas apropriadas. Com isso, conseguiram retirar, intactos, quatro cabos com extensão de 80 metros cada. Acreditamos também que eles usaram uma caminhonete para transportar o material subtraído”, explicou.

Pente-fino

Equipes da Guarda Municipal e da Fiscalização e Postura, da Secretaria Adjunta de Segurança Pública, percorreram estabelecimentos suspeitos de receptar material furtado. “Continuaremos realizando as fiscalizações e reforçaremos o patrulhamento em UBSs da cidade para evitar uma situação semelhante”, afirmou o comandante da Guarda de Betim, Anderson Reis.

A reportagem tentou falar com o delegado responsável pelas investigações, mas ele não atendeu as ligações.

Para denunciar

Caso saiba qualquer informação, ligue para o Disque-Denúncia, por meio do 181, ou para a Guarda Municipal de Betim, pelo telefone (31) 3531-1276. O sigilo do denunciante está garantido.