Menu

Associados

AUTOMOTIVO

Um estudo de 2016, realizado pelo The Martec Group, revela que as preocupações sobre um possível decréscimo na demanda de chicotes de cobre para fiação automotiva são infundadas. De acordo com a pesquisa da Martec, até 2020 aproximadamente 95% dos chicotes de fiação automotivos permanecerão sendo de cobre. De fato, a demanda de cobre nos chicotes de fiação automotivos deverá crescer 1,15 milhão de toneladas globalmente até 2020. O estudo, que teve o suporte da ICA, indica ainda que o crescimento do conteúdo de recursos eletrônicos (entretenimento e informações/navegação, telemetria, sistemas de segurança automatizados e demanda de direção autônoma) dará suporte à demanda.

A intensidade no uso do cobre em veículos elétricos e híbridos é maior em comparação com os veículos de motor à combustão interna tradicionais. Esse fato irá sustentar a demanda no futuro. Embora a tendência esteja direcionada à fabricação de veículos menores e com melhor eficiência de combustível, a pesquisa confirma que o impacto futuro geral no cobre será mínimo.

O estudo também mostra que a produção global de veículos deverá aumentar de aproximadamente 93 milhões em 2016 para quase 102 milhões até 2020.

Vídeo

Arquivos

Pesquisa

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e mantenha-se atualizado.

Associados