Menu

Associados

Investimento em energia solar em SP é o que mais demora para se pagar

Imagem retirada de https://blog.renovigi.com.br/2018/11/13/por-que-querem-impedir-o-crescimento-da-energia-solar-fotovoltaica/ Imagem retirada de https://blog.renovigi.com.br/2018/11/13/por-que-querem-impedir-o-crescimento-da-energia-solar-fotovoltaica/

Uma pessoa que queira instalar painéis solares em sua casa em São Paulo levará quase o dobro do tempo para recuperar o investimento do que alguém do Grande Rio de Janeiro, segundo a comercializadora Comerc.

O tempo médio de retorno na capital paulista é de 5,3 anos, contra 2,7 anos no entorno da capital fluminense.

O cenário, porém, tem melhorado: em 2018, o retorno mais demorado era de cerca de 7 anos, em Macapá.

Com a queda dos custos de projetos fotovoltaicos registradas no Brasil nos últimos anos, o prazo de retorno tem diminuído. Recife ocupava a quarta posição do ranking em 2018, mas caiu para a 21ª neste ano, ainda que o tempo de retorno não tenha sido alterado, de acordo com a comercializadora.

No segmento de média tensão, de pequenas indústrias e comércios, a capital em que o investimento se paga mais rápido é Manaus (4,5 anos). A mais demorada é a capital do Amapá, com 7,6 anos.

fonte: Udop, com informações da Folha de S.Paulo (escrita por Igor Utsumi)

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e mantenha-se atualizado.

Associados