Menu

Associados

LIGAS DE COBRE

O cobre puro tem melhor condutividade elétrica e térmica do que qualquer outro metal disponível comercialmente. Hoje, mais de a metade do cobre produzido é utilizada em aplicações elétricas e eletrônicas. Isso porque o cobre forma ligas metálicas com mais facilidade que a maioria dos metais.

Existem mais de 400 ligas de cobre, cada uma com uma combinação única de propriedades que se adaptam às mais variadas aplicações, processos de fabricação e exigências técnicas. As ligas são um material sólido obtido a partir de dois ou mais metais diferentes.

Estes são alguns exemplos de ligas:

  • Latão: é um termo genérico para uma variedade de ligas de cobre e zinco com diferentes combinações de propriedades, que incluem resistência, facilidade para usinagem, ductilidade, resistência ao desgaste, dureza, cor, condutividades elétrica e térmica e resistência à corrosão.
  • Bronze: as ligas de bronze são feitas de cobre e estanho e foram as primeiras a serem desenvolvidas há aproximadamente 4.000 anos, durante a idade do bronze.
  • Cobre e Níquel: essas ligas possuem uma excelente resistência à corrosão marinha e ao bioencrustamento. A adição de níquel ao cobre melhora a resistência à corrosão, sem modificar sua ductilidade.
  • Cobre-Níquel-Prata: as ligas de níquel-prata são feitas de cobre, níquel e zinco, têm uma aparência prateada atraente, em lugar da cor de cobre típica. As aplicações mais comuns são moedas e objetos ornamentais.
  • Cobre-Berilo: as ligas de cobre-berilo são utilizadas por sua grande resistência e boa condutividade elétrica e térmica. Têm propriedades mecânicas semelhantes às ligas de aço de alta resistência. Além disso, possuem uma melhor resistência à corrosão do que o aço. Existem dois grupos de ligas de berilo-cobre: ​​ligas de alta resistência e ligas de alta condutividade.

Pesquisa

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e mantenha-se atualizado.

Associados