Boas Festas!

Boas Festas!

Quase meia tonelada de fios de cobre é apreendida em Vitória

Recolhido em ferro-velho, material estimado em R$ 17 mil não tinha procedência registrada. Suspeito foi autuado em flagrante por crime de receptação qualificada e será encaminhado para a prisão

Quase meia tonelada de fios de cobre, mais precisamente 438 kg, foi apreendida na manhã desta terça-feira (22) em um ferro-velho clandestino no bairro Consolação, na Capital. De acordo com informações da Prefeitura de Vitória, à frente da operação, o local não tem documentação para funcionamento e precisou ser interditado. O material recolhido, cujo valor é de aproximadamente R$ 17 mil, não tinha procedência registrada.

O responsável pelo estabelecimento foi levado para a Delegacia Regional de Vitória, no bairro Horto, para prestar esclarecimentos. Segundo informações da Polícia Civil, ele foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada e será encaminhado ao Centro de Triagem de Viana.

Apreensão de fios de cobre em Vitória

A apreensão fez parte de uma operação realizada entre as secretarias municipais de Segurança Urbana (Semsu), de Desenvolvimento da Cidade e Habitação (Sedec) e de Meio Ambiente (Semmam). Equipes de Postura, fiscais ambientais e agentes de Proteção Comunitária da Guarda Civil Municipal de Vitória (GCMV) realizaram os procedimentos em diversos pontos da Capital, nos bairros Grande Vitória, Itararé e Consolação.

Segundo o comandante da Guarda, Fábio Rebello Alves, a apreensão feita nesta terça (22) foi a maior em volume quantitativo até hoje. “Somente em 2022, dez detenções foram feitas pela Guarda com materiais oriundos de furto de fios. Desde o ano passado, quando começaram esses casos, em estabelecimentos, iluminação pública, semáforos, etc, as secretarias vêm fazendo fiscalizações. Mas nós tivemos uma diminuição de casos no município de Vitória em relação ao ano passado. Pedimos à população que nos ajude registrando essas ocorrências”, pontuou.

PANORAMA ANUAL

Desde o início de 2021, mais de 40 pessoas foram detidas por furto e/ou receptação de fios de cobre. Com a apreensão desta terça (22), já é somada cerca de uma tonelada e meia no mesmo período.

Anualmente, segundo dados da Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória (Setran), o município gasta, em média, R$ 300 mil com atos de vandalismo e danos na iluminação pública da Capital. O serviço fica prejudicado com roubo de cabos de cobre, destruição de luminárias viárias, postes e ornamentais e danos em caixas de passagem e medidores de energia.

Em relação aos semáforos, a Setran informou que tem gastos com equipamentos, componentes e cabos. Somente no mês de janeiro deste ano, o prejuízo apontado foi de R$ 20 mil. A despesa é calculada com base na soma do material necessário para reposição de componentes e estruturas fundamentais à comunicação do sistema que funciona de maneira integrada.

A Setran mencionou ainda que segue avaliando outras maneiras de dificultar a ação dos furtos, buscando melhorias no sistema e aterramento de cabos. Também tem feito, sistematicamente, a troca de cabos e fios de cobre por material de alumínio, de menor valor, o que minimiza bastante, segundo a pasta, os atos de vandalismo na iluminação pública. Há, ainda, a concretagem das caixas de passagem e dos condutores substituídos.

Além disso, a Setran informou que os trabalhos de manutenção da iluminação pública são realizados diariamente e que denúncias podem ser feitas pelo Fala Vitória 156.

O QUE DIZEM AS POLÍCIAS

Sobre as investigações relacionadas ao furto de fios e receptação, a Polícia Civil esclareceu que os inquéritos tramitam nas delegacias distritais, de acordo com o local onde o fato é registrado.

Já a Polícia Militar informou, em nota, que além do policiamento ostensivo também realiza abordagens a pessoas suspeitas no município de Vitória para inibir qualquer tipo de crime. Porém, é importante que a população sempre acione uma viatura pelo Ciodes (190) quando presenciar fatos como este em andamento. Assim, uma equipe irá ao local para averiguar a situação.