“ECONOMIA ESTÁ COMEÇANDO A DECOLAR”, AFIRMA GUEDES

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (11) que “a economia está começando a decolar de novo” no Brasil. A declaração foi dada no mesmo dia que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) superou as projeções do mercado e registrou 0,86%. Veja mais abaixo.

“A arrecadação em fevereiro deste ano é um recorde histórico para o mês. A economia voltou em V e está começando a decolar de novo”, disse Guedes. A fala foi dada na presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no evento da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa.

Em contrapartida, o ex-ministro da Fazenda e Planejamento da presidente Dilma Rousseff, Nelson Barbosa, comentou outro indicador e afirmou que o crescimento não é relaidade. “O ‘tracker’ do PIB brasileiro virou para forte ‘crescimento negativo’ (contração) nas últimas semanas”, afirmou Barbosa.

Guedes manteve sua opinião e ainda comentou. “Não entro na área da saúde, mas na economia tenho que dizer o seguinte: a economia está de novo decolando”, finalizou.

Economia e a Inflação no Brasil
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é uma prévia da inflação do Brasil, registrou 0,86 % em fevereiro. O número também significou um recorde: o maior resultado desde janeiro de 2016, quando o parâmetro neste mês ficou em 0,9%.

Ainda em janeiro de 2021, o mesmo índice ficou em 0,25%. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A alta deve-se em sua maior parcela ao preço da gasolina, que teve alta de 7,11% em fevereiro. Para se te uma ideia do impacto, o IBGE estima que o combustível foi responsável por 42% do IPCA do mês.

“Temos tido aumentos no preço da gasolina, que são dados nas refinarias, mas uma parte deles acaba sendo repassada ao consumidor final. No início de fevereiro, por exemplo, tivemos um aumento de 8%, e depois de mais de 10%. Esses aumentos subsequentes no preço do combustível explicam essa alta”, diz em nota o gerente da pesquisa, Pedro Kislanov.