Ipem capacita técnicos para fiscalização de resistência elétrica em fios e cabos

Fios e cabos elétricos são alguns dos itens mais importantes em uma obra. Os sistemas elétricos prediais dependem diretamente da qualidade dos produtos utilizados. Por isso, o Governo de Roraima, por meio do Instituto de Pesos e Medidas de Roraima, em parceria com o Sindicel (Sindicato das Indústrias de Condutores Elétricos), está capacitando a equipe técnica que realiza fiscalização da venda desses itens em Roraima. O treinamento encerra nesta quarta-feira, 29, a partir das 8 horas, no auditório da instituição.

A capacitação contou com a participação do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima e durante o treinamento, os fiscais do Ipem-RR, se especializam em teoria e prática, sobre técnicas de operação dos equipamentos de medição de resistência elétrica, além de estudos de caso e materiais reais, em operações de orientação em empresas de Boa Vista.

No encerramento da capacitação, será entregue pelo Sindicel, um aparelho de Microhmímetro, para a equipe técnica do Ipem-RR. O aparelho digital portátil vai possibilitar a fiscalização de fios e cabos elétricos vendidos em estabelecimentos comerciais e nas fábricas do Estado.

De acordo com Isabella Dias, presidente do Ipem-RR, essa parceria com a iniciativa privada para realização da capacitação veio para somar diretamente na força de trabalho da equipe técnica do Instituto.

“O Ipem-RR contou com a participação do Sindicel, para aplicação de uma excelente capacitação, para o aprimoramentos da nossa equipe de fiscais. E está recebendo a doação de um Microhmímetro, um aparelho digital portátil, que ajudará nossa equipe técnica na realização das fiscalizações in loco, tanto das lojas que atendem diretamente o consumidor, quanto nas fábricas”, pontuou Isabella.

“É uma preocupação do Governo do Estado, oferecer mais segurança para os consumidores do Estado de Roraima e com este aprimoramento de conhecimentos, nossos fiscais estarão aptos a realizar procedimentos constantes de fiscalização em cabos elétricos de baixa tensão no comércio de Roraima”, concluiu.

Enio Rodrigues, diretor executivo do Sindicel, ressaltou que o sindicato vem realizando esse trabalho de apoio quanto aos Institutos de Pesos e Medidas de todos os Estados da Federação, fazendo a doação do Microhmímetro para apoiar os trabalhos das equipes técnicas.

“Em continuidade aos trabalhos do Plano Nacional de Combate ao Mercado Ilegal, do Sindicel, estamos realizando esse treinamento nos Institutos de Pesos e Medidas dos estados para que as empresas que estão em dia com as exigências de qualidade, ou em conformidade com os regulamentos do Inmetro, sejam asseguradas com a concorrência leal e que o consumidor não corra riscos de comprar fios e cabos que venham causar acidentes elétricos em suas residências”, disse Rodrigues.