Boas Festas!

Boas Festas!

Volvo se prepara para vender somente carros 100% elétricos no Brasil

Primeiro modelo nessa configuração é o XC40, que não oferece mais motor a gasolina

A Volvo encerrou as vendas de versões híbridas do utilitário esportivo XC40. A partir de agora, todas as unidades comercializadas no Brasil serão 100% elétricas, com preço a partir de R$ 389.950. O anúncio foi feito nesta quarta (14).

Por enquanto, os modelos XC60, XC90, S60 e S90 permanecem disponíveis em opções que combinam gasolina e eletricidade. A marca já havia interrompido a comercialização de veículos que tinham apenas motor a combustão.

Alguns fatores contribuem para a decisão, a começar por não haver outro caminho. A marca sueca segue a agenda de eletrificação europeia, e já anunciou que, a partir de 2030, não terá mais veículos com motores a combustão em seu portfólio.

Além disso, a Volvo não tem linha de produção de carros de passeio no Brasil, a exemplo dos concorrentes Audi e BMW. Depende, portanto, do que está disponível para importação.

João Oliveira, diretor geral de operações e inovação da Volvo Car Brasil, disse que a marca apresenta o futuro, enquanto concorrentes apresentam o passado.

Foi uma crítica direta à Audi, que nesta terça (13) anunciou a retomada da produção em São José dos Pinhais (PR). Os modelos Q3 e Q3 Sportback terão motor 2.0 turbo a gasolina.

A empresa alemã foi procurada pela reportagem, mas não quis comentar a declaração do executivo da Volvo.

A Audi é a marca premium com maior número de modelos 100% elétricos à venda no Brasil. A linha inclui os modelos e-Tron em três carrocerias diferentes. Contudo não pretende produzi-los no Brasil.

A Volvo trará outros automóveis com essa tecnologia ao país, mas também não há planos de fabricação nacional. Oliveira diz que esse é um problema para o país, que pode se isolar do mundo.

“Sem a eletrificação, ficaremos restritos a um mundinho de 2 ou 3 milhões de carros por ano”, diz o executivo da Volvo.

Para que seu plano tenha sucesso no Brasil, a marca sueca vai investir na expansão dos pontos de recarga. Serão criados 13 corredores elétricos ligando cidades das regiões Sul e Sudeste. As tomadas estarão disponíveis até março.

Essa primeira fase abrange 3.250 quilômetros de rodovias. Pontos de carga rápida permitirão levar as baterias do zero aos 80% de capacidade em 35 minutos.

O abastecimento completo demora um pouco mais: ao atingir os 80%, o sistema reduz a intensidade para evitar sobrecarga.

As tomadas estarão disponíveis para carros elétricos de todas as marcas e, por enquanto, não haverá cobrança de energia.

A Volvo já oferece tomadas em mercados e shoppings Brasil afora. Ao todo, a marca disponibiliza 1.000 pontos de recarga gratuita.