GM e GE vão desenvolver cadeia de abastecimento para veículos elétricos

Vão se concentrar primeiro na criação de uma cadeia de abastecimentos com base na América do Norte e na Europa para produção de ímãs e, em seguida, para materiais adicionais, como cobre e aço
Imagem de (Joenomias) Menno de Jong por Pixabay

A General Motors e a General Electric assinaram um memorando de entendimento para melhorar o fornecimento de terras raras, ímãs, cobre e aço-silício usados na fabricação de veículos elétricos e equipamentos de energia renovável.

A montadora de automóveis e o conglomerado industrial vão concentrar-se primeiro na criação de uma cadeia de abastecimentos com base na América do Norte e na Europa para a produção de ímãs e, em seguida, vão colaborar no estabelecimento de novas cadeias de abastecimento para materiais adicionais, como cobre e aço.

"Uma cadeia de abastecimento local segura, sustentável e resiliente para materiais de veículos elétricos é fundamental para a execução da visão da GM de um futuro totalmente elétrico", disse Shilpan Amin, vice-presidente da GM para compras globais e cadeia de abastecimento.

"Trabalhar com a GM nos dá outra ferramenta para obter uma fonte confiável, sustentável e competitiva de materiais essenciais no futuro que nos ajudará a reduzir o custo da energia renovável e impulsionar mais a eletrificação, tornando veículos elétricos uma opção mais viável para os consumidores", disse a diretora de tecnologia de energia renovável da GE, Danielle Merfeld.